sábado, 4 de maio de 2013

Fucking Love. Capitulo 13

´´só queria colocar medo nela e pegar meu filho´´

Levantei da cama com um sorriso malicioso no rosto, as vezes uma simples noticia podia mudar todo o seu dia, fiz minha higiene e fui para a cozinha comer uma besteira qualquer, notei que o vaso que eu tinha quebrado ontem já não estava mais lá.
- Bom dia senhor. - Maddie disse cruzando por mim e sorrindo, dei de ombros, eu estava de bom humor.
- Bom dia, ótimo dia. - Notei que ela me olhava com um olhar de curiosidade. Sorri pra ela e logo senti meu celular vibrar em meu bolso.
-
Me encostei no carro enquanto olhava para eles que pegavam tudo o que precisávamos, estávamos na frente da casa da... como era o nome dela mesmo? Não sabia o nome dela, dei de ombros, logo o Ryan se aproximou com uma cara de quem não estava gostando nada do que estava acontecendo, respirei fundo e revirei os olhos.
- Que foi agora? - Disse sem vontade.
- Que foi?! O que vocês vão fazer? Ela está grávida. - Ele disse parecendo se importar.
Ri baixinho e tirei ele do meu caminho e assim indo em direção à porta com todos os outros atrás de mim, abri e dei de cara com ela encolhida no sofá enquanto assistia tv, logo a atenção dela veio toda para mim e parecia que ela não havia gostado. Eu não me importava se ela estava gostando ou não. Me aproximei dela e notei que quanto mais eu me aproximava, mais ela se distanciava, ri baixinho, ela estava com medo, o olhar dela demonstrava, o jeito que ela estava. Que pena. Não queria deixa-la com medo, olhei pra trás e todos os que estavam atrás de mim se aproximaram também.
- Ele é meu filho, e não quero ter que dividi-lo com ninguém. Acho melhor você aceitar entrega-lo para mim logo depois que ele nascer. - Disse sério.
- Não. - A olhei por alguns segundos, como essa garota podia falar um "não" para o Jason McCann. Balancei a cabeça reprovando a atitude dela.
- Você tem certeza? - Notei que um dos que estavam comigo estava se aproximando mais. Sabia o que ele iria fazer. Balancei a cabeça e ele entendeu. 
- Eu não vou entrega-lo pra você. - Ah, parecia ter criado coragem. Ri baixinho e ela me olhou sem entender.
- Vai ser melhor pra você. - Sorri malicioso.
- Ele fica comigo, ele não é nada seu. Sai daqui. - Ela se levantou, veio em minha direção, colocando as mãos em meu peitoral tentando me empurrar para fora, continuei parado. Essa era a força dela?
Fiz um sinal para que os capangas se aproximassem e apontassem as armas em direção à ela.
- Tem certeza? - Já estava ficando sem paciência. Notei que alguns já estavam ficando com raiva, eu temia que acontecesse algo que eu não queria. Ela estava quieta, talvez soubesse que a resposta mudaria tudo, respirei fundo, enquanto a olhava com raiva.
- Tem certeza? - Disse mais alto e com raiva. Talvez assim ela resolvesse me responder.
- Sim. Eu não vou entrega-lo pra você. - Fechei os olhos e no mesmo momento escutei um tiro, olhei assustado e ela estava no chão. Olhei pra trás e era o mesmo que antes queria se aproximar dela. 
- Que porra você fez? - Gritei enquanto me aproximava dela, ela parecia estar viva, balancei a cabeça e escutei os gritos de desespero do Ryan que vinham de fora. Me distanciei e ele se aproximou pegando-a no colo e fingindo que eu não estava ali. O tiro havia acertado em cheio a barriga dela, fiquei parado, eu não estava querendo que aquilo acontecesse, só queria colocar medo nela e pegar meu filho, respirei fundo e sai de dentro de casa. Talvez o Ryan tivesse a levado para o hospital mais próximo. Cocei minha nuca e fui em direção ao carro.
-
Cheguei em casa e aquilo não saia da minha cabeça, respirei fundo, pela primeira vez eu estava me sentindo culpado, eu não deveria ter feito aquilo, se eu pudesse voltaria ao tempo e faria com que aquilo não acontecesse, me joguei no sofá e comecei a pensar. É claro que eu não gostava dela, eu só estava preocupado, alias, se eu tivesse deixado tudo estaria bem, e quando meu filho nascesse, iria pega-lo para mim. Olhei para Maddie que já estava me observando a algum tempo, respirei fundo e levantei indo em direção ao carro, peguei o celular e liguei para Ryan o perguntando onde eles estavam. Entrei no carro e dirigi até o hospital que ele havia me falado, sai do carro quando já tinha chegado no hospital, corri e entrei no mesmo, olhei pros lados procurando com o olhar o Ryan, cocei a nuca, o encontrei e corri até ele. 
- Como ela está? - Será que eu parecia preocupado?
- Bem... - Ele não olhava pra mim, estava sentado e com a cabeça abaixada, me sentei ao lado dele e respirei fundo.
- E o bebê? - Eu estava preocupado com meu filho.
- Ela perdeu. - Ele saiu. Arregalei os olhos e coloquei as mãos na minha nuca, o culpado era eu. Sai do hospital e voltei para casa, não queria ficar mais um minuto lá, eu me sentia mais culpado.
-
sigam-me no twitter bebês . @heinpatt





8 comentários:

  1. MEEEEEEEEEU DEEEUS, que cap. foi esse?? aaaaaaaaaaaa Jason tá gostando dela (eu acho u-u, eu tenho esse dom u.u) cara que perfeitoooo *00000000*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. euheuehuehuehuhe. O: acho que vc gostou, to certa? O:
      huehueheu. será? vamos ver
      O:

      Excluir
  2. omg... o que ele tinha na cabeça pra fazer isso que lindo ele esta começando a gostar dela que fofo ele todo preocupadinho com ela e com o filho deles ownn *-----* que lindo... acho que ela vai demorar pra perdoara o que ele fez com ela... tomara que eles fiquem juntos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ):
      é vdd
      vai msm
      acho a msm coisa que vc
      tb quero isso <3

      Excluir